Viagens para vinícolas
Viagens

O vinho e as viagens fotográficas por vinícolas

Há cerca de 5 mil anos, os egípcios foram os primeiros a registrar, seja em pintura e documentos, as experiências que eles haviam tido com o vinho. Milhares de anos depois, essas sensações estão abertas a todos aqueles que tiverem esse interesse.

Afinal de contas, o enoturismo pelas vinícolas no Brasil e em todo o mundo tem se tornado algo cada vez mais acessível. Para os amantes do vinho, é uma experiência que com certeza você deve passar. Por isso, nesse artigo iremos falar um pouco mais sobre as viagens por vinícolas.

Como são as visitas por vinícolas?

É claro que isso pode variar de acordo com a vinícola que você for conhecer, uma vez que cada uma detém os seus próprios métodos. Mas, via de regra, os passeios tendem a ser uma visita guiada pelas plantações e armazéns, com degustação dos vinhos.

No entanto, alguns detalhes com certeza irão variar de acordo com o lugar ou até com a disponibilidade. Além de degustar a bebida, há vinícolas que oferecem opções de compras de alguns objetos, como um decanter cristal ou taças de cristal próprias para determinados vinhos.

Decanter de Cristal
Vinícolas e viagens

Em relação a duração de cada vista, elas tendem a ter uma média de 1 a 3 horas, mais ou menos. E, no máximo, são 3 vinícolas por dia, em um roteiro mais célere. Agora, sobre o tempo de ficar nessas regiões, a média é de pelo menos 2 dias.

Vinícolas no Vale dos Vinhedos (Brasil)

Essa vinícola fica na serra gaúcha, no Rio Grande do Sul. Sendo assim, a região vinícola se estende entre as cidades de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi, que fica bem próxima a Gramado. Além de gerar ótimos aprendizados, também irão lhe render ótimas fotos.

O local tem mais de 80 km² de lindas paisagens, onde é produzido um dos únicos vinhos com certificação de origem no Brasil. Ou seja, detém um rigoroso padrão de qualidade e fabricação, que é exclusivo da região.

Esse é um dos motivos pelo qual esse é um destino obrigatório para quem ama enoturismo no Brasil. Com certeza vale muito a pena visitar o Vale dos Vinhedos.

Vinícolas em Santiago (Chile)

Essa vinícola fica bem aos pés da Cordilheira dos Andes. A capital Santiago possui vinícolas que ficam bem próximas do centro da cidade e, portanto, é bem fácil de visitar. Por isso, o seu roteiro de enoturismo não pode deixar de ter estas três opções:

  • Viña Aquitania: tem um atendimento bem intimista.
  • Viña Cousiño Macul: tem um visual maravilhoso.
  • Concha y Toro: a mais famosa.

Essas são as três principais vinícolas de Santiago, que não podem ficar de fora da sua lista. No entanto, o ideal é fazer uma visita com antecedência, para poder garantir a sua vaga. Saiba que os tours tendem a ser bilíngues: espanhol e inglês.

Vinícolas em Mendoza (Argentina)

Os roteiros nessa cidade da Argentina costumam se dividir em diferentes regiões para cada dia. Isso acontece porque há centenas de vinícolas (bodega) que são abertas ao público. Dentre as áreas que você pode visitar, citamos:

  • Maipú;
  • Luján de Cuyo;
  • Valle de Uco;
  • San Rafael.

Todas elas têm características bem diferentes, o que reflete de forma direta na produção e o tipo dos vinhos. E isso faz com que a sua experiência se torne ainda mais rica. Dentre as vinícolas mais famosas, citamos essas:

  • La Rural: é uma das mais antigas, que fica em Maipú;
  • Catena Zapata: sede inspirada na arquitetura Maia, situada em Luján de Cuyo;
  • O’Fournier: uma das mais destacadas, que fica no Valle de Uco.

Vinícolas no Douro (Portugal)

Essa nada mais é do que a única região do mundo a produzir o vinho do Porto. Para os amantes do enoturismo, esse é outro destino que não pode ficar de fora. Mas, de todas as vinícolas em Portugal, a que merece mais destaque são as do Douro.

Isso acontece devido a exclusividade desse tipo de vinho. O mais interessante é que as vinícolas da região do Douro ficam em terraços, bem parecidos a grandes degraus, às margens do rio. Ou seja, é uma paisagem de tirar o fôlego.

Em relação aos vinhos, eles tem um aroma mais forte e adocicado, com um sabor único, o que lhe faz ser único de tamanha fama. Dentre as sugestões de vinícolas, as que mais se destacam são:

  • Quinta do Vallado: está há mais de 300 anos sob a mesma família;
  • Quinta do Tedo: é a que produz uvas mais bem avaliadas de toda a região;
  • Quinta da Pacheca: detém quartos em forma de barril, uma experiência única

Você também pode gostar...